Sorvete - Sorveterias que valem a visita em São Paulo

por Tá na Mesa

Sabe aqueles dias em que, de tão quente, daria para fritar um ovo no asfalto? Para te ajudar a se refrescar nestes dias de calor intenso, nós fizemos um roteiro de gelaterias que valem a visita na capital paulista. Quem sabe uma delas se torna o seu oásis neste calorão, hein? #ficaadica

Bacio di Latte
Inaugurada em 2011 pelos irmãos milaneses Edoardo e Gigi Tonolli, a rede de sorveterias foi um divisor de águas no mercado brasileiro de gelatos premium, por conta dos cremosos gelatos italianos. Com 93 unidades espalhadas de norte a sul do País, a Bacio di Latte traz na vitrine sabores como pistache, cremino (sorvete de leite com uma fina camada de gianduia) e limão-siciliano.baciodilatte.com.br

Davvero
Com quatro unidades na capital paulista, a gelateria comandada pelas irmãs Suelen Ferrari e Débora Tesoto, é especializada nos clássicos gelatos italianos. A vitrine com 24 sabores, que vão desde os tradicionais pistache, chocolate e frutas vermelhas, até versões como banana com chocolate, damasco com amêndoas e cheescake. Outro ponto alto são as casquinhas produzidas de forma artesanal, que podem ser servidas com calda de chocolate, e o biscoito de castanha-do-Pará que figura no topo dos sorvetes da marca. davvero.com.br

Gelato Boutique
Comandada pela premiada chef gelatière Marcia Garbin, a sorveteria tem duas unidades na capital paulista, que apresentam uma seleção de sabores como o caffè-lime, à base de café com suco e raspas de limão, que venceu o Festival de Florença em 2013, o de flor de laranjeira com damasco, o romeu e julieta, feito com leite de ovelha e goiabada, e o de chá-verde. gelatoboutique.com.br

Le Botteghe di Leonardo

As filiais brasileiras da gelateria, com sede na Itália, apresenta uma linha de sorvetes elaborados com leite, ovos, iogurte orgânico e frutas sazonais. Como não poderia deixar de ser, é possível encontrar na vitrine sabores bem italianos, como o zabaione (à base de ovos e vinho Marsala) e gianduia (chocolate e avelãs do Piemonte), mas a rede abre espaço para sorvetes repletos de brasilidade, como o de castanha-do-Pará e o de tapioca com coco. lebotteghedileonardo.com.br

Frida&Mina
Diferentemente das outras gelaterias da lista, a Frida&Mina é inspirada em sorveterias norte-americanas como Bi-Rite, de São Francisco, que elabora gelatos a partir de produtos fornecidos por agricultores locais, e a Jeni’s, de Ohio, que se dedica ao gelato artesanal. A sorveteria paulistana mescla os dois conceitos em seus sorvetes, elaborados com ingredientes naturais - muitos deles orgânicos. Entre os 34 sabores que dividem a cena na vitrine, destaque para o de hortelã com lascas de chocolate, o de gengibre com mel e o de macadâmia.fridaemina.com.br

Pine Co.
A recém-inaugurada sorveteria, comandada pelos irmãos Daniel e Raphael Lee, combina as técnicas italianas de produção de gelatos, mas os sabores – repletos de criatividade - têm como inspiração as sorveterias dos Estados Unidos. Na vitrine, dividem a cena gelatos como o de cheesecake de morango e o de cereal, inspirado na sorveteria norte-americana Milk Bar, do chef David Chang. instagram.com/gelatopine.co

Sorveteria do Centro
A gelateria dos chefs Jefferson e Janaina Rueda reúne receitas de sorvete soft. Mas não confunda com as casquinhas de fast-food: os sorvetes são elaborados com produtos naturais e sem conservantes. Além de sabores como leite e chocolate 70%, o local apresenta sobremesas servidas no cone (como eles chamam a casquinha) a de morango, à base sorvete, morangos frescos e crocantes, poejo, suspiro e pimenta rosa. instagram.com/hot.pork


assine a nossa newsletter: