Dicas para preparar farofa

por Tá na Mesa

Nada melhor do que uma farofa crocante e sequinha para “abraçar” o caldo que se forma no preparo do picadinho. Para não errar no preparo da receita, confira algumas dicas a seguir:

A melhor farinha
Quer uma farofa crocante para acompanhar o picadinho? Escolha a farinha de mandioca flocada para a sua receita. Conhecida também como biju (não confunda com beiju, que é uma farinha produzida a partir de goma de tapioca), a farinha pode ser utilizada em diversas receitas.

Em fogo baixo
Uma boa farofa tem que ter uma textura crocante. E, para isso, a dica é utilizar uma frigideira de fundo largo e, sempre, em fogo baixo. Caso você utilize uma farinha flocada, toste-a no forno para manter os seus flocos inteiros.

Mexendo sempre
Para que a farofa fique crocante e tostada por igual, não deixe de mexer enquanto estiver no fogo. E é muito importante não deixar grudar na panela, para que não fique amarga.

Farofas úmidas
Na hora de preparar as farofas mais úmidas, utilize ingredientes como banana (vai muito bem com o picadinho), cenoura e, também, uma pequena quantidade de caldo de frango ou de legumes. Mas cuidado com os excessos, para não transformar a farofa em pirão.

E você? Tem alguma dica de preparo da farofa? Compartilha com a gente lá na mesa!


assine a nossa newsletter: