Ovo de Páscoa - É cor de rosa!

por Tá na Mesa

Tudo indica que a Páscoa deste ano no Brasil será cor de rosa. Recentemente, a marca belga especializada em chocolates premium, Callebaut, lançou no Brasil o chocolate rosa. Batizada como ruby, a guloseima que é naturalmente cor de rosa (sem o uso de nenhum corante) tem um sabor delicado e levemente ácido, que lembra frutas vermelhas.

O surgimento do ruby, que foi anunciado em 2017 na China, foi uma revelação e tanto para o mundo do chocolate. Afinal, o último tipo descoberto foi o chocolate branco, há mais de 80 anos. No entanto, as amêndoas rosadas de cacau – fruto de onde se extrai o chocolate – não chegam a ser uma novidade: estão presentes no cacau tradicional, que é cultivado em várias partes do mundo.

Mas a dificuldade estava em selecionar as amêndoas rosadas para a produção do chocolate. E isso foi possível graças a uma parceria entre a marca de chocolate belga e a Jacobs University, na Alemanha, que levou mais de uma década para desenvolver a tecnologia necessária para a fabricação do chocolate ruby.

Por conta da cor e das suas notas de frutas vermelhas, o chocolate tornou-se febre entre os confeiteiros, que estão utilizando o ruby nas suas criações de Páscoa deste ano. "Além de ser a grande novidade do mercado em muito tempo, o chocolate ruby virou febre por conta da cor e, principalmente, do sabor, que tem agradado em cheio ao público”, explica o chef pâtissier Caio Corrêa.

Quer preparar o seu ovo de Páscoa com ruby? Caio Corrêa recomenda combinar o sabor do chocolate rosado com frutas vermelhas e especiarias. “Framboesa, cranberry e pistache formam uma excelente combinação de sabores com o ruby”, diz o chef pâtissier. O chocolate rosado é vendido em lojas especializadas em confeitaria, em saco de 2,5 kg, e custa R$ 209.








assine a nossa newsletter: