Com que carne que eu vou?

por Tá na Mesa

Quer preparar o picadinho em casa? Comece pela escolha da carne! Muita gente costuma utilizar o filé-mignon como base da receita, mas existem inúmeros cortes deliciosos (e mais em conta, diga-se de passagem), que combinam muito bem com o picadinho. A seguir, confira algumas sugestões.

Filé-mignon
Considerado um dos cortes mais nobres, a carne localizada na parte superior traseira do boi, esbanja versatilidade na cozinha. Pode ser cortada em medalhão, filés e em tiras, para o preparo do estrogonofe e do picadinho.

Alcatra
O corte, que reúne o filé-mignon, o contrafilé e a picanha, é a parte mais nobre do boi. Para a receita, o indicado é o miolo de alcatra, que é um corte magro e macio e pode ser tanto grelhado quanto ensopado.

Coxão mole
Localizado na parte traseira do boi, o corte tem fibras que permitem que a carne seja assada ou ensopada. Por isso, a carne é uma opção mais em conta do que o filé-mignon para o preparo da receita.

Acém
Por ser localizada na parte dianteira do boi, o corte que tem menor percentual de gordura pode ser uma ótima alternativa para a receita. No entanto, exige um tempo maior de cozimento do que o filé-mignon.

Músculo
O corte, localizado na parte superior das patas dianteiras e traseiras do boi, tem uma textura mais fibrosa, mas, também, uma boa concentração de sabor. Também pode ser utilizada como base do picadinho, desde que passe por um processo de cocção prolongada.

assine a nossa newsletter: