Das feiras aos supermercados, onde encontrar os orgânicos

Embora eles estejam cada vez mais presentes nos mercados, dependendo da região, pode não ser fácil ter acesso aos alimentos orgânicos. A produção e distribuição ainda precisam avançar para chegar a um público consumidor mais numeroso.

Uma boa dica é pesquisar para ver se na região onde você mora há pequenos produtores rurais investindo nesse tipo de cultivo. Muitos deles fazem venda direta em feiras de orgânicos ou escoam sua produção para os mercados locais.

A internet também é outra possibilidade, pois existem cooperativas e mesmo empresas que fazem venda online. Em todos esses casos, claro, é preciso ficar de olho na certificação do produto, para garantir que se trata de um orgânico.

Por que custa caro?

Pois é. O preço dos produtos orgânicos ainda é o ponto que desestimula o consumidor. Eles custam um pouco mais que os produtos convencionais. Há razões para isso, como os custos de produção. Veja as principais:

  • O produtor precisa de um tempo considerável para converter as terras que antes eram empregadas em culturas tradicionais em áreas com as condições exigidas pelo plantio orgânico.
  • Ele também precisa investir em barreiras de isolamento que impeçam que a agricultura convencional de seus vizinhos interfiram na sua.
  • A cultura orgânica requer um empenho maior de mão de obra (diferentemente da convencional, em que muitos dos processos são mecanizados).
  • A produtividade é menor, em decorrência da escala de produção.
  • Há custos para se obter a certificação e o selo orgânico.

Porém, quem acompanha o setor acredita que a tendência é que os produtos se tornem mais acessíveis.

O crescente interesse do consumidor por esse tipo de produto é um dos fatores que podem impulsionar essa mudança. Com a crescente demanda, o setor produtivo também está correndo atrás de estratégias para ampliar a produção, como a adoção de inovações tecnológicas, planejamento para produzir em maior escala, além de alternativas para reduzir custos de produção, processamento, distribuição e divulgação.

Por enquanto, pode dar um pouquinho mais de trabalhar ir atrás desses produtos, além de pesar mais no orçamento, mas vale a pena, e não somente pelos ganhos para a saúde. Ao comprar produtos orgânicos, você está contribuindo para fortalecer um modelo de produção agropecuária e agroindustrial sustentável, que busca um equilíbrio entre a ação do homem e os recursos naturais com vistas a um futuro melhor para o planeta.

#ficaadica: Os mais entusiasmados podem lançar mão de uma alternativa simples para driblar o custo elevado dos alimentos livres de agrotóxicos e adubos químicos, criar sua própria horta orgânica em casa. Até quem mora em apartamento pode arriscar. Comece com uma hortinha de temperos. Na internet existem diversos tutoriais com dicas de como iniciar esse cultivo.

Lavando legumes

BÔNUS: Orgânicos necessitam de higienização?

Sim. Eles estão livres de agrotóxicos, mas contêm resíduos de terra, insetos e bactérias que precisam ser eliminados. As regras para higienizar frutas e hortaliças orgânicas são as mesmas empregadas com produtos convencionais. Confira:

1)    Remova as raízes e as partes deterioradas.

2)    Lave bem cada uma em água corrente para remover todas as sujidades.

3)    Deixe de molho por 10 minutos numa solução de 1 colher (sopa) de hipoclorito de sódio ou água sanitária sem alvejante para 1 litro de água.

4)    Retire as frutas e hortaliças dessa solução e enxágue-as bem em água corrente.

5)    Escorra ou seque com papel toalha ou centrífuga de alimentos. Guarde na geladeira em embalagens limpas e fechadas.

 

Fonte: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/213469/1/P-Recomendacoes-para-compras-armazenamento-e-consumo-….pdf

 

Gostou?
Salve esta materia e compartilhe:

Você pode gostar também:

  • Cadastrar-se
Perdeu sua senha? Por favor, digite seu e-mail. Você receberá um link para criar uma nova senha via e-mail.