O que você procura?

E se ele preferir um churras?

 

Em seu canal no YouTube, o Larica na Brasa, Larissa Morales (@laricanabrasa) esmiúça tudo sobre churrasco. Por isso pedimos a ela algumas dicas para você preparar aquele churrasco inesquecível.

Acerte na conta – Primeiro passo de um churras bem-sucedido é calcular direitinho a quantidade de comida certa para que todo mundo saia da mesa satisfeito. “Para cada pessoa, calcule 400 gramas de carne e 100 gramas de acompanhamento”, ensina Larissa.

A escolha das carnes – Numa data especial, vale investir em cortes diferenciados. Vamos às escolhas de Larissa! Para a entrada, ela sugere um assado de tiras suíno. “É a parte onde começa o osso da costela. Peça ao açougueiro para cortar toiras com cerca de 2 cm”, explica Larissa. Prossiga com um corte bife ancho, a parte mais nobre do contrafilé. “É um corte muito saboroso porque possui uma gordura entremeada, que confere a ele maciez e suculência”, explica ela. Para finalizar, um galeto, carne de frango mais tenra e saborosa.

Preparo das carnes – Comece pelo galeto, que deve ser marinado de um dia para o outro em suco e raspas de laranja, shoyo, azeite, gengibre, pimenta dedo de moça, alho picado e salsinha. O assado de tiras suíno deve ser temperado com limon peper e ou pouco de sal, uns três minutos antes de ir para a churrasqueira. Para temperar o bife ancho, três minutos antes de leva-lo para a grelha, use o sal de parrila, que é um intermediário entre o grosso e o refinado. “Ele salga na medida certa e agrega mais sabor à carne”, explica Larissa.

Pilotando a churrasqueira – Comece a preparar a churrasqueira 40 minutos antes do horário previsto para a refeição. “Somente coloque as carnes para assar com a brasa no ponto, quando o carvão estiver bem vermelhinho”, afirma Larissa. Comece a grelhar o assado de tiras suíno, que deve ficar pronto em quinze minutos. Depois disponha na grelha o bife ancho. “Para saber a hora certa de virar, observe: o suco da carne começará a subir, quando se formar uma camada de gotículas na superfície está na hora de virar para grelhar o outro lado”, ensina ela. Nesse momento, nada de espetar a carne com o garfo. “Com isso ela pode perder um pouco da suculência. Use um pegador”. O galeto é o que ficará pronto por último, pois carne de frango leva mais tempo paras assar.

Acompanhamentos – Uma farofinha é de lei! Mas no lugar da tradicional maionese você pode pode fazer uma saladinha de repolho roxo fatiado, com cenoura ralada e cebola roxa fatiada remperados com meia xícara de maionese e meia xícara de iogurte. E”ssa é a minha versão de uma salada típica americana, a coleslaw, muito usada para acompanhar churrasco”, diz Larissa. Na área de receitas do Tá Na Mesa, você também pode encontrar outra variação: a coleslaw de verão (https://tanamesa.com/receita/coleslaw-de-verao/)

Outra boa opção de acompanhamento é aproveitar a brasa da churrasqueira e grelhar legumes como pimentão, abobrinha, berinjela, tomate, cenoura, brócolis. Tempere com azeite, sal e ervas, como manjericão, e está pronto uma bela e saudável guarnição para as carnes.

Sobremesa na churrasqueira – Sim! Também é ótima ideia grelhar frutas (abacaxi, pêssego, ameixa etc) e servir com sorvete. A banana pode ser colocada na grelha ainda com casca, quando estiver cozida, faça um talho no sentido de seu comprimento e coloque pedaços de chocolate meio amargo, como se fosse recheio de um sanduiche, deixe mais um tempinho na grelha para derreter e está pronto mais uma bela parceria para o sorvete.

Pronto! Com esse roteiro, seu pai vai ficar sossegado, assistindo de camarote suas habilidades de churrasqueiro – depois é só correr para o abraço… do paizão!

Deixe uma resposta