Amin Badawi

Amin Badawi

  20 receitas   1 ebooks
Apesar de ter apenas 22 anos, o sírio Amin Badawi já mostra seu talento para a gastronomia. E não é para menos. Ele começou a cozinhar na época em que vivia no Líbano, quando tinha apenas 13 anos, para ajudar a família. Mas para a sorte do rapaz, o que era para ser apenas um ofício temporário acabou virando grande paixão. “Descobri que meu lugar não era na engenharia ou no direito, mas na cozinha. Isso virou a minha vida”, conta ele, enquanto brinca que tem na gastronomia sua atual namorada. A mudança para o Brasil aconteceu em 2014 e, claro, foi repleta de panelas e aprendizado na cozinha. Entre suas passagens mais marcantes está o período em que trabalhou no Clube Sírio, em São Paulo. Mas foi no final do ano passado que ele decidiu alçar voo solo e abrir a Cozinha de Damasco, um negócio que começou com foco em eventos e ganhou ainda mais público no delivery. Agora, Amin se divide entre o próprio restaurante e a consultoria que presta ao Clube Sírio. Sobre o que não pode faltar em sua mesa, o cozinheiro titubeia entre tantas opções favoritas, mas depois de um tempo, elege: “gosto de lanches em geral, como o de shawarma”.

Culinária Árabe

Gigante e rica tal qual sua população, a cozinha árabe está presente de norte a sul do país. Mas você sabia que a esfiha só é chamada assim aqui no Brasil? E o beirute, que, na verdade, é filho de imigrantes, mas nasceu em solo verde-amarelo? Sem contar as saladas, repletas de acidez e textura que preparam o paladar para as delícias que virão na sequência. Nesta semana, venha com fome e saboreie um pouco de tudo, afinal, é ofensa grave recusar comida na casa de um árabe.